Dias ruins.

Acho que todo mundo tem seus dias ruins. Tb tenho os meus. Tenho tido insônia, pensado muito na vida e feito constatações nada agradáveis.
Se eu pudesse dar um conselho aos mais jovens eu diria: pensem bem no que estão fazendo da suas vidas. Pq algumas decisões afetam-nas de maneira irreparável.
Hoje qdo olho para trás vejo que tomei decisões bem equivocadas. E hoje pago um alto preço por isso. Eu pensava que compartilhar a vida era mais profundo do que realmente deve ser. E para quem pensa assim há o risco de, além de compartilhar, terminar por perder parte dela.
Em alguns momentos da minha eu entreguei meu futuro nas mãos de outras pessoas. E se pensarmos bem isso é fácil de se fazer. Basta colocar as expectativas na vida de outro, esperar que outros  façam coisas que vão nos beneficiar e trazer o que queremos. Isso é pura fantasia.
Até pode funcionar, mas o risco é bárbaro!
E qdo não funciona…se faz o que? Arrependimento nessas horas não resolve muita coisa, pq geralmente o tempo passou e as oportunidades que tínhamos na época, e que não temos mais, se perderam.
Eu não me arrependo de tudo o que fiz, ou de tudo o que não fiz, nada disso. Dediquei meu tempo aos meus filhos e isso valeu muito a pena. Hoje olho pra eles e vejo que foi bom. Estudei, fiz faculdade, conheci muita gente boa, fui a lugares que não imaginava que um dia iria…aconteceu muita coisa boa tb.
Mas infelizmente fui atrás de sonhos de outras pessoas, visões alheias, me deixei emprenhar pelo ouvido…expressão dura essa.
Acreditei demais. Achei que os “passos” de outros eram bons e que eu poderia seguir o mesmo caminho. Ou acreditei que me levariam junto…isso foi um tremendo erro. NUNCA se deve esperar que alguém nos leve a algum lugar, ou vamos por nossas próprias pernas ou não vamos. Pra isso Deus nos deu pernas, não precisamos ser carregados (com as exceções normais, claro).
Até pq algumas parecem que chegarão lá, mas não chegam nunca…então como poderiam nos levar junto?
Daí vem a decepção, a dor, a tristeza, melancolia…e a sensação de tempo que se foi pra nunca mais voltar…é, o tempo não volta.
Esses dias eu ouvi uma frase bem interessante: a diferença entre a lucidez e a insanidade é fazer as mesmas coisas e esperar que o resultado seja diferente. Essa frase me impactou. Eu faço isso, já estou quase concluindo pela minha insanidade. Pq eu tenho as mesmas atitudes e fico esperando que mude alguma coisa?
Se alguma coisa pode mudar sou eu, não os outros!!
Somos todos egoístas por natureza. Ninguém quer mudar sua vida em benefício do outro, não sem algo em troca. Ainda mais se tiver que abrir mão de qq coisa. Só Jesus fez e faz isso.
Então vou dizer pra mim mesma e pra quem quiser ouvir:
-Não espere que os outros mudem, ou façam algo por vc. Faça vc mesmo, ande, corra, busque o que quer e, se as coisas não estão andando como deveriam, mude de atitude. Manter as coisas como estão não vai gerar nenhum resultado diferente. Não insista no mesmo erro. Se a porta fechar abra a janela. Se alguém não respode às suas expectativas deixe ela pra lá e siga sua vida. Se precisar confiar em alguém confie primeiro em si mesmo, e em Deus. Lembre-se: vc só tem UMA vida pra viver, ainda que acredite na eternidade essa vida aqui na terra é uma só! O tempo passa rápido demais e não vale a pena perder tempo esperando por alguém, por alguma coisa que não chega, por um sonho que não se realiza. Mude, crie, invente! Viva, antes que fique velho(a) demais pra isso.
Eu ouvi coisas diferentes…
Abração.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s