Fantasmas

Tem um escritor, e não vou lembrar o nome, que escreveu: “Monstros existem; fantasmas também. Eles vivem dentro de nós e, as vezes, eles ganham.”
Uns diriam que são “os demônios” agindo na vida das pessoas. Até pode ser que sim em alguns casos. Mas eu acho que existem certos “fantasmas” que, na verdade, nós mesmos criamos.
Podem ser lembranças, tristezas, dores, coisa que passam a atormentar a vida e, as vezes, “ganham…”
Ganham no sentido de não conseguirmos nos livrar deles. Parece que colam, grudam e não querem nos deixar em paz. E ficam influenciando decisões, atitudes e escolhas que fazemos.
Eu mesma possuo alguns fantasmas, eles me incomodam bastante. E tenho a impressão que quem está de fora não ajuda em nada a me livrar deles. Muitas vezes nem enchergam a coisa toda.
Eu já vi e ouvi pessoas dizendo para outras: “Isso é coisa da tua cabeça!” Gente, isso é ridículo porque verdadeiramente tudo está na nossa cabeça, ou pelo menos passa por ela. Então desvalorizar uma coisa que alguém diz, por mais que não se concorde, é ridículo. Se está dentro da cabeça de alguém é pq faz parte da realidade dela.
Sabe criança pequena com medo, dizendo que tem alguém embaixo da cama? Lembro dos meus. Não adiantava dizer que não tinha, nem mostrar isso. Pq o sentimento ainda ficava lá, dentro da cabecinha deles.
O que eles realmente queriam era atenção, cuidado, segurança, não uma prova pericial de que não havia ninguém lá.
Então, quando nos sentimos mal por alguma coisa, uma lembrança, uma mágoa ou qq coisa assim não adianta dizer nada pra provar que isso não é real, que não aconteceu. É preciso mais do que isso.
Será que é tão difícil entender que simples afirmações não tem o condão de desfazer estragos?
Sabe o que eu acho que realmente ajuda? Atitude. Postura. Quantas vezes pus meus filhos pra dormir comigo…passava o medo. Pq? Porque naquele momento eles sabiam que estavam seguros e que eu estava verdadeiramente com eles, para proteger, mesmo que de um fantasma inexistente pra mim.
Fantasmas existem e monstros tb…e lutar sozinha(o) contra eles é muito duro.
Abraços.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s