Anjos e demônios

Hoje eu tive uma…eu diria surpresa, acho que essa é a palavra. Li um artigo do Silas Malafaia, avisando que mudou seu voto, de Marina para Serra. Isso pq ela falou que, se eleita, vai convocar um plebiscito sobre a legalização do aborto e da maconha.
Fora isso, eu já ouvi a Dilma afirmar que a lei penal sobre o aborto deve permanecer do jeito que está…
E agora? A evangélica em uma posição um tanto quanto fora dos padrões cristãos e a …. sei lá o que…não sei qual é a fé da Dilma, se é que tem uma…dizendo ser contra a legalização do aborto?
No mínimo isso é constrangedor, não para as protagonistas, mas para aqueles que vinham sentando o pau na Dilma e fazendo campanha para Marina, pq evangélica.
Sobre a maconha nem vou referir; não gosto de maconha e não tenho uma opinião muito bem formada sobre o assunto.
Mas sobre a legalização do aborto…realmente estou surpresa. Por esta eu não esperava.
Eu concordo com Marina, mas se fizerem um plebiscito a descriminalização não passa. A maioria do povo é de católicos e evangélicos…não vão concordar com isso.
Talvez ela tenha dito isso pq sabe que não passa, e ela fica bem com aqueles que desejam excluir o artigo penal. Estratégia de campanha?? Talvez, nunca se sabe.
Mas que ficou meio bizarro isso…ficou…
É como eu digo: não há anjos nem demônios na política. Só pessoas. Não há como saber tudo o que vai na mente e no coração de alguém…infelizmente…ou felizmente.
E agora? Vai todo mundo de Serra??? Marina virou crente de fachada? Dilma não é tão ruim assim?
Votar ou não votar…eis a questão.
Abraços.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s