Eu ainda acredito…

Foi com certa surpresa que descobri um leitor do meu post anterior. Um amigo com o qual raramente falo, um futuro pastor, jogador de futebol, casado e com dois mimos de filhos. Nunca imaginei que ele leria um texto do meu blog. Mas foi muito interessante o comentário que me fez pessoalmente, contando sua própria experiência com viagens. 
A primeira coisa que ele me perguntou foi:
– Já arrumou as malas?
Eu, primeiramente, não soube bem o que dizer. Depois me vi premida pelo meu próprio post. E tive que responder:
– Não, não arrumei ainda.
Seguimos a conversa animadamente. Foi muuuito interessante este feedback dele. Me levou a perguntar a mim mesma: Até onde estou disposta a ir? Até onde me arrisco a desafiar minha fé? Estou provocando a Deus? Será que é isso que Deus quer de mim? Quantas perguntas…
Bom, fazendo um exame rápido da bíblia, posso ver que Deus aprecia um certo desafio. Um exemplo: Foi Ele quem disse que déssemos o dízimo e fizéssemos prova dele, que abriria as janelas do céu derramando bênçãos sem medida.
Ok, o conceito de bênção é abundantemente subjetivo. Varia de cabeça para cabeça. Eu me considero uma pessoa abençoada. Muito até.
Mas não preciso “fazer prova Dele” para ver isso. Para fazer prova de Deus, de verdade, é talvez … digamos…cutucar Deus, numa linguagem bem facebookiana. 
Será que tenho intimidade com Deus para chegar diante Dele e dizer:
– E aí, Pai! Topa essa?
Deus me conhece como ninguém. Sabe da minha vida, dos meus sonhos, minhas dores e, acima de tudo, sabe o que me prometeu. Sabe meu passado e meu futuro. Viu tudo o que já passei, ouviu o que eu já disse, assistiu meu erros e acertos, me viu crer, perder a fé, sair, voltar, sentir raiva, medo, rejeição e, com paciência, sempre espera que eu pare…olhe em volta…canse de brigar sozinha e, mais uma vez, olhe para Ele.
Acredito que foi Ele quem dirigiu PC para me dizer tudo o que disse. Não creio em coincidências. 
Sendo assim, mais convicta estou da realização do meu sonho. Começo a pensar que o sonho, na realidade, não é meu…
Pra terminar, uma música que diz muito de como me sinto agora.
Abraços!
 
 
 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s