Dia difícil…

Hoje é um daqueles dias que a gente gostaria que nunca chegasse. Nossa cachorrinha, depois de 14 anos conosco, se vai. E eu ainda continuo a chama-la de “meu bebê”…  claro, ela é um bichinho, mas a gente se apega de uma forma! As condições de saúde dela são bem precárias. Tomamos essa decisão difícil por acreditarmos que é a melhor forma de não deixá-la sofrer. Talvez alguns sejam contra a eutanásia em animais que não estejam no último suspiro. Mas só nós sabemos o que tem sido para ela viver assim. Não sou a favor de sacrificar animais por qualquer motivo, mas casos nos quais prolongar a vida é prolongar um estado de sofrimento eu sou favorável.  Uma pessoa aceita determinados procedimentos, medicações,  etc, um cão não. Acho torturante enfiar comprimidos goela abaixo de um animal, ou mantê-lo em um lugar estranho qdo não se pode mais cuidar dele. Às vezes me parece que vivemos em um tempo no qual tratamos os animais como pessoas e pessoas como animais. Inversão de valores? Não sei…

Mas hoje nossa bichinha se vai. E agradeço a Deus pelo tempo que tivemos junto com ela, foi ótimo. Agora ela precisa descansar. Vai ficar nas nossas lembranças como a ovelhinha saltitante. Uma fofa. Nosso bebê. Essa é a última foto dela, tortinha, cambaleante.

Adeus, Betsy. Obrigada por nos amar…20130607_103517

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s